"Se os que me viram já cheia de graça
           Olharem bem de frente para mim,
           Talvez, cheios de dor, digam assim:
           'Já ela é velha! Como o tempo passa!...' "

 
                         (Velhinha - Sonetos de Florbela Espanca)
Magnus Lázaro
"Foi pelo Outono que comecei a arder nas tardes do teu corpo." (João Rui de Souza)
CapaCapa
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
Perfil
 
"Só os medíocres são populares". (Oscar Wilde)


"Não suportar a miséria é uma vergonha; não saber repeli-la pelo trabalho, mais vergonhoso ainda".  (Péricles)


"A beleza empolga a vista, o mérito conquista a alma". (Pope)

"Dentre os animais ferozes, o de mais perigosa mordedura é o delator; dentre os animais domésticos, o adulador".  (Diógenes)

"O papel do marido atraiçoado continuará a ser ridículo até o dia em que a sociedade reconhecer que a honra é uma propriedade como outra qualquer, e que, roubado esse patrimônio, o desprezo como punição do delito, deve cair não no que sofre, mas sim no que perpetuou o roubo".  (Ramalho Ortigão)


"Atua mão distraída, passeando pelo meu peito, cheio de um estranho cansaço, juvenil e impaciente, 'estou de rastos e quero mais'. Será isto o amor?" 
   (Júlio Machado Vaz: Estes Difíceis Amores.)
  
                                    
 
 

 




 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
"Pássaros que voam sem destino; pássaros que fazem morada aqui e acolá são como sementes que nascem sem saber onde morar"!
                                                                                   
                                                                                                      Magnus Lázaro

                                                       "Sonho que sou um cavaleiro andante.
                                               Por desertos, por sois, por noite escura,
                                               Paladino do amor, busco anelante
                                               O palácio encantado da Ventura!"

                                                         
(O Palácio da Ventura -Antero de Quental)